Thursday, October 22, 2009

Lençois I: Seu Cori



Seu Cori, 82 anos, garimpeiro da Chapada Diamantina. Hoje, memória viva e paciente do auge da caça aos diamantes na região baiana. Uma graça, um vozinho. Com a sua simplicidade e paixão pelo ex-ofício, construiu um museu em sua casa. Parada obrigatória em Lençois.

Peça para ver a simulação do processo de garimpagem. E ouça atento a história de como ele conheceu Dona Maria, sua esposa há 50 anos, no tempo em que o amor ainda era um sentimento pacientemente construído.

Vivi muitos momentos intensos em Lençois e, aos poucos, no tempo de maturação das fotos, vou descrevendo aqui.

Foto: Kadydja Albuquerque

1 comment:

Wagner Rengel said...

Antes de ser psicanalista, ou melhor, de escolher psicologia, queria ser jornalista, colocar no papel assim, as histórias das vidas, transmitir algo pela palavra. Pois bem, dois pontos ficaram com minha escolha. Primeiro que restou-me admirar esta profissão, a escrita, a literatura. E em segundo fiquei com a escuta, a escuta dessas vidas. Suas tristezas e alegrias sou testemunha, mas nunca ocular, sempre simbólica. Parabéns pelo seu trabalho.