Monday, April 6, 2009

O que se leva dessa vida...



Hoje foi um dia um tanto triste pra mim por alguns motivos. O mais importante de todos foi o aniversário de um ano da morte de Igor, meu primo, lindo, que nos deixou com sua ausência. Outros não valem a pena nem comentar porque eu sigo acreditando que um dia tudo vai ser diferente. Acredito ainda que as pessoas conseguem ter dignidade na vida, por mais imaturas que elas sejam. Então, sigo confiante.

Aí eu resolvi que quero pensar em coisas boas. E me veio a idéia de fazer uma homenagem para esse ser humano que invadiu a minha vida há exatos 11 anos e 19 dias. Como ele mesmo diz, foi entrando aos poucos no meu mundinho seleto de amigos. Chegou com seu jeito "meigo" de ser, gestos espaçosos, caminhar pesado, cara sempre de quem precisa que a vida dê uma reviravolta.



Rodrigo, Rod, Du, Dusha... ele não guarda segredos comigo, mas ainda consegue me enrolar criando situações fantasiosas. Quando eu estou emocionada, me solidarizando com ele, vem impiedoso: é tudo mentira, mas eu queria que fosse assim. Eu xingo, prometo que nunca mais vou acreditar nele até cair na próxima.



Além de poltronas em viagens interestaduais, dividimos muitos momentos. é o meu maior destinatário de 'brigaaaaaaaaaaaaada". É com quem eu me sinto mais à vontade para ser quem eu sou no meu estágio mais primitivo. Sou digna dos seus "copinhos", gargalhadas, ciúmes e gritos. E vice-versa. Já curtimos juntos REM, Foo Fighters, Guns n' Roses, Oasis, Red Hot, N'Sync, Five, Britney Spears, Madonna e Carcacinha no Au-au.



Meu maior parceiro de paródias impublicáveis, esse moço marca presença em minha vida de forma singular. Ligações de madrugada ou pela manhã, apenas para contar o que aconteceu na night aracajuana ou em algum lugar desse país.

Já conquistou o coração da minha família. Ensina todas as gírias a minha mãe, que faz questão de usá-las. Minha madrinha não me encontra uma vez pra não perguntar por ele. Ingrid desaprova seus comentários sarcásticos no orkut, mas já aceitou que ele é minha alma gêmea.



Porque almas gêmeas não precisam se relacionar como homem-mulher. Precisam se encontrar enquanto almas. E nós nos resolvemos tanto que temos medo de ser nosso último contato neste plano. Já resolvemos que vamos criar uma treta ao final de tudo pra resolver na próxima encarnação. Seria muito ruim voltar e não reencontrar esse moço.



E é nessas coisas intensas que a vida nos dá que eu me apego no momento. Uma amizade, uma vida sem prazo pra acabar. Nem aqui, nem em outro mundo. E é quando ouvimos "vá que eu te apóio", que sabemos que estamos indo no caminho certo. ;-)

Tchiamo Duuuuu... agora faz um blog pra me homenagear discarado! E obrigada pelo jantar francês e pelo quarto com arcon. Neste momento está super fresquinho no Mar Egeu. às vezes me pergunto porque não nasci na Noruega.

8 comments:

Rodrigo Rocha said...

Brigaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaado! Modernizou o blog, né? Ufffffff... não vou me derreter aqui porque não é do meu feitio, mas gostei PRA CARALHO! Meiguice: passe adiante! Beijo, te amo!

Paula Dantas said...

Amei o post... rasgação total pro Rod, mas pelo visto ele merece!

Adoro os dois!

Beijinhos

Kaká Barbosa said...

que lindo :) que Deus ou qq que seja essa força superior que governa tudo, conserve isso! sempre! bjos

Quico said...

ÔÔÔÔ... Que fofo! kkkkkkkk

E assim é a dusha né, mulé? Ame ou odeie. Preferir amar tb!
Dusha, te estimo, mas dispenso os copinhos. kkkkkkkkkkkkkkkk

Lindo o texto, miguxa!!!!!

Luzi said...

Aimmmmm gatammmm
Adorei o texteeeenhoooo.... dá uma impressão q Ród é tãooooo "meigo"!!! rs .... mas singularmente adorável!!! :))
Bjas

P.S. Sugiro que vc adquira um arcon URGENTE gatam! Não é luxo, no seu caso é ESSENCIAL!!! :P

Diógenes de Souza said...

Olá professora. Tô eu aqui fuçando seu blog de novo. (rs)
O post ficou muito massa!

Amizade assim é difícil de encontrar. Que seja eterna!

abs

thiago viei.ros said...

É... até deu pra minimizar o primeiro motivo do post. Do Rodrigo eu já sabia um pouquinho. Os anos que lhes pertencem permite que o apresente mais um pouco pra gente. Eu, particularmente, gosto da pegadinha "é tudo mentira, mas eu queria que fosse assim"... rsrsrs. Já presenciei umas poucas. Lindo o texto. Parabéns pela amizade!

Giuliana Tosi said...

Gostaria de dizer que sou canceriana, estou de TPM e me emociono. Tchau! Lindos!